Ícone do site Bossa Nova Educação

Bullying Familiar

Para continuarmos a série Simplificando o Bullying, falaremos hoje sobre o Bullying Familiar.

Caracterização

Esta prática de bullying pode englobar todas as outras práticas, porém ocorre dentro do próprio ciclo parental. Assim, o alvo acaba sendo agredido e abusado psicologicamente ou fisicamente por alguém da família, ridicularizando algum comportamento, algum aspecto físico ou algum padrão que não seja semelhante ao resto da família.

Como ocorre? 

Ocorre através de constantes ameaças, ataques ou intimidações por um primo, uma tia, o pai ou até mesmo pela mãe. Porém, é nas relações entre irmãos que a prática demonstra ter maior incidência. Por vezes, algum padrão em que o alvo pertença e irrite o autor, acaba sendo o motivo principal para o inicio repetitivo desta prática de bullying. Como dito anteriormente, ele pode englobar todas as outras práticas de bullying, como o social, o moral, o sexual, o preconceituoso, etc.

Como identificar?

Geralmente, a pessoa alvo desta prática demonstra diversos descontroles emocionais pelos abusos que vive. Também é possível identificar sinais de ansiedade e depressão. Por ser no seio familiar, muitas vezes ocorre que a identificação desta pratica de bullying só é feita pelo profissional da educação ou da psicologia.

Sair da versão mobile